Português (Brasil)

Estudantes de São Carlos recebem uniformes e materiais esportivos produzidos no sistema prisional

Estudantes de São Carlos recebem uniformes e materiais esportivos produzidos no sistema prisional

Pais dos estudantes estiveram presentes na entrega dos materiais, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Henrique Dias

Compartilhe este conteúdo:

Atendendo a estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental Henrique Dias, localizada no distrito de São Carlos, região do Baixo Madeira, o governo de Rondônia realizou a entrega de 600 uniformes escolares, além de materiais esportivos distribuídos entre bolas e redes. Todo material foi confeccionado por reeducandos do sistema penitenciário estadual, inseridos no projeto Pintando a Liberdade. As peças foram entregues aos pais dos estudantes, na sexta-feira (15).

Desenvolvido pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o Pintando a Liberdade, reforça as ações do governo do estado quanto à  ressocialização, utilizando mão de obra de 97 reeducandos, na fabricação dos vestuários e materiais esportivos, dentro de fábricas instaladas nas penitenciárias, tais como: Penitenciária Estadual Jorge Thiago Aguiar Afonso; Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho e Penitenciária Estadual Edvan Mariano Rosendo. Os insumos para produção foram custeados pela Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas (Vepema), com o valor de R$ 87 mil.

O governador de Rondônia, Marcos Rocha reforça que o governo do estado tem desenvolvido ações voltadas à reinserção social, a exemplo do projeto Pintando a Liberdade. “O estado tem investido em iniciativas que, além de promoverem a ressocialização por meio do trabalho e outras medidas que buscam garantir aos reeducandos, alternativas de capacidade para que possam retornar à sociedade de forma saudável e segura”, salientou.

A moradora do distrito e mãe de dois alunos, Rosângela Martins Cruz afirmou ser a segunda vez que os filhos recebem uniformes por meio do projeto. “Fico feliz que através do trabalho desse projeto, a comunidade recebe melhorias. Antes esses uniformes eram pagos, recebê-los sem nenhum custo, ajuda demais nossas famílias.”

O gerente de Reinserção Social da Sejus, Fábio Recalde destacou que, o objetivo da gestão é investir em projetos de ressocialização que beneficiem diretamente à sociedade. “O Pintando a Liberdade começou em uma unidade, hoje já é realizado em quatro, e trabalhamos para ampliar, ainda mais, pois, é gratificante ver esse material chegando nas mãos das crianças. A alegria ao receberem os materiais esportivos, não tem preço.”

Fonte
Texto: Taiana Mendonça
Fotos: Quetlen Caetano
Secom - Governo de Rondônia

Compartilhe este conteúdo: