Português (Brasil)

Lira cria grupo de trabalho para refazer o texto do PL das Fake News

Lira cria grupo de trabalho para refazer o texto do PL das Fake News

Na prática, a ideia é descartar o atual texto e costurar um consenso sobre o tema

Compartilhe este conteúdo:

Porto Velho, RO - O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), instaurou um um grupo de trabalho para discutir uma nova proposta de regulação das redes sociais, com o objetivo de construir um consenso sobre o tema.

Composto de 20 deputados, o GT terá o prazo de 90 dias para concluir seus trabalhos, contados a partir desta quarta-feira 5.

Na prática, a ideia é descartar o atual texto da PL das Fake News, que está sob a relatoria de Orlando Silva (PCdoB-SP).

A ideia de instaurar um grupo de trabalho começou a ser ventilada em abril. À época, Lira disse que o texto atual foi alvo de narrativas de propor censura e violação da liberdade de expressão, além de não haver consenso entre os parlamentares para ser levado à votação.

A regulação das redes sociais voltou a ganhar destaque diante do embate entre Elon Musk e o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

O grupo de trabalho será composto pelos seguintes parlamentares

Ana Paula Leão (PP-MG)
Fausto Pinato (PP-SP)
Júlio Lopes (PP-RJ)
Eli Borges (PL-TO)
Gustavo Gayer (PL-GO)
Filipe Barros (PL-PR)
Glaustin da Fokus (PODEMOS-GO)
Maurício Marcon (PODEMOS-RS)
Jilmar Tatto (PT-SP)
Orlando Silva (PCdoB-SP)
Simone Marquetto (MDB-SP)
Márcio Marinho (REPUBLICANOS-BA)
Afonso Motta (PDT-RS)
Delegada Katarina (PSD-SE)
Aureo Ribeiro (SOLIDARIEDADE-RJ)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Rodrigo Valadares (UNIÃO-SE)
Marcel Van Hattem (NOVO-RS)
Pedro Aihara (PRD-MG)
Erika Hilton (PSOL-SP)

Fonte: Carta Capital

Compartilhe este conteúdo: